sábado, 24 de janeiro de 2015

Atlético Pernambucano 2x0 Central. Alvinegro é derrotado e deixa passar oportunidade de ser campeão antecipado.


Entrando em campo já classificado para o hexagonal do título e Série D 2015, devido a vitória do Pesqueira sobre o Porto, a patativa podia se sagrar campeã do primeiro turno do estadual com duas rodadas de antecedência, caso vencesse o jovem time do Atlético Pernambucano. Depois da conturbada semana, devido o atraso nos salários e os bichos não pago aos atletas da patativa, aliado a isso os desfalques, não era de se esperar uma grande exibição.

Acontece que o alvinegro teve a primeira grande chance de abrir o placar. Após receber uma ótima assistência do meia Luiz Fernando, o jovem Willian tentou por duas vezes, inclusive na última ficando ele e a barra para finalizar, mas acabou chutando na trave e desperdiçando a jogada. Como a bola perdoa, aos 29 saiu o primeiro gol do Atlético. Silva cobrou falta levantando a bola na área, o goleiro Beto se atrapalhou e a redonda entrou direto, 1 a 0 Atlético.
Celso defende pênalti batido por Jaílson.
Imagem: Reprodução.

Sem conseguir criar, o alvinegro teve a grande chance no segundo tempo. Pênalti para a patativa aos 32 minutos. Luiz Fernando ia para cobrança, mas o atacante Jaílson, doido para mostrar serviço, pegou a bola e foi para cobrança. Recuou para o goleiro, batendo fraco à meia altura, e Celso fez a defesa. Já no apagar das luzes, o Atlético marca mais um, com Belisco, e fecha a conta no estádio Municipal de Carpina.


Atlético PE (4-4-2):  Celso; Emerson, Renato, Vandinho e Silva (Luan); Ribeiro (Djalma Pereira), George, Bilisco e Tarcísio; Alan (Welington) e Patrick. Técnico: Charles Muniz.

Central (4-4-2): Beto; Ferreira (Roger), André Lima, Éverton e Jaílton; Diego Teles (Erick), Nathan (Jailson), Luiz Fernando e Thiago Laranjeira; Pitio e Willian. Técnico: Laélson Lima.

Árbitro: Sebastião Rufino Filho.
Assistentes: Marcelino Castro e Karla Renata de Santana.
Local: Estádio Municipal de Carpina, Carpina.
PE 2015 - 12º Rodada da Primeira Fase (21/01/15).

Cartões amarelos: Silva, Ribeiro, George e Luan (Atlético PE); Diego Teles e Ferreira (Central).
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Silva aos 28' do 1T e Bilisco aos 42' do 2T para o Atlético Pernambucano.

Público: 2.532
Renda: R$ 18.990,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Central 3x2 Serra Talhada. Com gol do jovem atacante Roger, alvinegro volta a vencer no Luiz Lacerda.


Mesmo sem apresentar um bom futebol, o Central de Caruaru fez valer o mando de campo e derrotou
a equipe do Serra Talhada neste Domingo, 18, no Luiz Lacerda. Com o resultado, a patativa abriu 7 pontos de vantagem para o segundo colocado, Vera Cruz, e está muito perto de conquistar a vaga no hexagonal do título e Série D.

O JOGO - Logo nos primeiros minutos o alvinegro abriu o placar com o zagueiro André Lima, em uma belíssima cabeçada após escanteio de Thiago Laranjeira. As equipes não conseguiram criar grandes lances, mas não demorou para o Serra chegar ao empate.

Após boa enfiada para Júnior Juazeiro no setor direito de ataque, o atleta esperou seu companheiro Paulinho ganhar na corrida para Diego Teles e tocou. O atleta finalizou sem muita força, mas preciso para bater o goleiro Beto, deixando tudo igual no Lacerdão. O jogo seguiu feio, e as equipes não conseguiram criar oportunidades claras de gol até o fim da primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO - O cangaceiro voltou mordendo os mandantes. No seu primeiro lance de perigo, Beto faz grande defesa e evita o segundo gol do Serra. A patativa respondeu em um belo contra-ataque. Roberto Pitio lançou Thiago Laranjeira, o atleta ganhou na corrida para o marcador e só foi parado com falta. O atleta do Serra era último homem, mas arbitragem fez vista grossa e deu apenas amarelo.

Na cobrança, o meia Sóstenes, para se livrar de uma possível dispensa, anotou o seu nome com um belíssimo gol e virou o placar, 2 a 1 Central. Na sequência, bom chute de fora da área de Pitio, mas o arqueiro Ferreira fez a defesa.

O Serra teve Luciano Totó expulso aos 15 minutos, após discutir com a arbitragem, e mesmo com um atleta a menos, conseguiu chegar ao segundo gol e novamente igualar a contagem, aos 25 minutos. Paulinho recebeu passe na entrada da grande área e mandou à meia altura, a bola bateu na trave e foi morrer nas redes do goleirão alvinegro. Antes, o alvinegro havia desperdiçado uma chance de ouro com o jovem Willian, após uma bela assistência do meio-campista Sóstenes.

Daí brilhou a estrela do técnico Laélson Lima e de outro promissor atacante da casa, Roger. O atleta entrou aos 28 minutos, substituindo o zagueiro Sinval, e quase dez minutos depois veio o golpe final da patativa com esse jogador. Após arrancada, quase que do meio de campo, o atacante entrou pelo lado esquerdo de ataque e bateu forte, de canhota, para vencer Ferreira e dar números finais a partida, Central 3 a 2 Serra Talhada. Após dois jogos sem conseguir êxito dentro dos seus domínios, o alvinegro volta a fazer o dever de casa e fica mais perto do que nunca de conquistar seus objetivos.

Central (4-4-2):  Beto; Ferreira, André Lima, Sinval (Roger) e Everton; Diego Teles (Sóstenes), Nathan, Jailton e Thiago Laranjeira; Roberto Pítio (Jaílson) e Willian. Técnico: Laélson Lima.

Serra Talhada (4-4-2): Ferreira; João Carlos, Anderson, Alisson e Rafinha; Luciano Totó, Ramon, Lucas (Pedro Maycon) e Paulinho Mossoró; Júnior Juazeiro (Carioca) e Bebeto (Wamberson).

Árbitro: Vanderley do Nascimento Pereira.
Assistentes: Clóvis Amaral e Ricardo Chianca.
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru-PE.
PE 2015 - 11º Rodada da Primeira Fase (18/01/15).

Cartões amarelos: Diego Teles, Willian e Nathan (Central); Luciano Totó, Júnior Juazeiro e Rafinha (Serra Talhada).
Cartão vermelho: Luciano Totó (Serra Talhada).
Gols: André Lima aos 9' do 1T para o Central e Paulinho aos 21' do 1T para o Serra Talhada. Sóstenes aos 7' do 2T para o Central e Paulinho aos 25' do 2T para o Serra Talhada. Roger aos 39' do 2T para o Central.

Público: 3.414
Renda: 26.930,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Porto 1x3 Central. Na volta da patativa para o Antônio Inácio, deu o esperado: Vitória alvinegra em cima do arqui-rival.


Não foi desta vez que o gavião do agreste conseguiu quebrar o tabu diante da patativa. Nem botando o jogo às 15h fez com que o tricolor tivesse vantagem sob o alvinegro. A partida foi válida pela 10ª rodada do certame. Mesmo vencendo, a distância para o segundo colocado, Vera Cruz, continua de quatro pontos, pois o time de Vitória também venceu seu compromisso.

O JOGO - A partida pode ser dividido em duas partes distintas. Uma que foi até os 30 minutos do primeiro tempo, e outro dai em diante até o fim da partida. Fazendo o papel de mandante, o Porto não se intimidou pelo retrospecto e partiu para cima do Central. Sem deixar o alvinegro jogar, conseguiu abrir o marcador aos 15 minutos. Após receber uma belíssima assistência, Jackson bateu e a bola ia cruzando a linha, quando Kyros chegou para completar, Porto 1 a 0.

Abalado, o Central só conseguiu assustar em lance isolado aos 18 minutos, com Jailton cobrando falta. Sem dar brechas, o Porto chegou próximo do segundo gol com Kyros aos 24 minutos, também de falta, no rebote Jackson ficou cara a cara com o goleiro Beto mas não conseguiu vencer o arqueiro.
Aos poucos o alvinegro começou botar a bola no chão e as oportunidades foram aparecendo. Em jogada bem trabalhada aos 33, Juninho Silva cruzou na cabeça de Pitio, mas o atacante mandou pra fora.

De bola parada, saiu o tão esperado gol alvinegro para entrar de vez no clima do jogo. Assim como na primeira oportunidade, aos 42 Jailton bateu levantando a bola na área e a bola entrou direto, enganando o goleiro Rudison. Próximo ao fim da etapa inicial, também de falta, Luiz Fernando chegou muito próximo de virar a partida.

SEGUNDO TEMPO

O gol no fim da primeira etapa ascendeu a vontade de vitória dos atletas alvinegros. Diferentemente do que se viu nos primeiros 45 minutos, a patativa partiu com tudo em busca da virada. Já aos 4 minutos, Willian pega sobra e bate sem chances de defesa para Rudison, virando o placar para a patativa. As chances do gavião se resumia a chutes de fora da área com Jackson, ou cabeçadas e cobranças de falta com Kyros, mas em todas o goleiro Beto levou a melhor.

O golpe final veio cedo, aos 22 minutos com Juninho Silva. O atleta pegou o rebote e bateu colocado, com calma e categoria tirando qualquer chance de defesa do arqueiro tricolor, dando números finais à partida. Porto 1, Central 3. A freguesia continua.

Porto (4-4-2):  Rudison, Téo, Eriveltro, Fabrício e Jorge. Mardley, Vagner Rosa (Jeremias), Jackson e Luquinha (Joelton). Jefinho (Ericks) e Kiros. Técnico: Serjão

Central (4-4-2): Beto; Ferreira, Sinval, Éverton e Jaílton; Diego Teles, Fernando Pires (Thiago Laranjeira), Luiz Fernando (Alenilson) e Juninho Silva (Janilson Madonna); Roberto Pítio e William. Técnico: Laélson Lima.

Árbitro: Nielson Nogueira.
Assistentes: Wlademir de Souza e José Daniel.
Local: Estádio Antônio Inácio (ou Vera Cruz), Caruaru.
PE 2015 - 10º Rodada da Primeira Fase (14/01/15).

Cartões amarelos: Diego Teles, Fábio, Jailton, Luís Fernando, Juninho Silva, Roberto Pítio, Alenílson e Éverton (Central); Luquinha e Kiros (Porto).
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Kyros aos 14' do 1T para o Porto. Jaílton (de falta) aos 42' do 1T para o Central. Willian aos 4' do 2T e Juninho Silva aos 22' do 2T para o Central.

Público: 3.653
Renda: R$ 30.197,50.

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Central 0x0 Vera Cruz. Em jogo de um time só, patativa não consegue vencer defensiva do Vera.


Atuando pela nona rodada do Pernambucano 2015, Central e Vera Cruz ficaram no zero na tarde deste Domingo, 11, no Estádio Luiz Lacerda. O que se viu durante toda etapa, foi um jogo de ataque contra defesa. O alvinegro tentou de todo jeito, inclusive mandando bola na trave, mas não houve quem furasse o bloqueio do time de Vitória de Santo Antão.

Meia Luiz Fernando atuou muito bem.
Foto: Panorama Esportivo PE.
Enquanto o goleiro Murilo foi mero espectador, os jogadores da patativa foram protagonistas, mas não conseguiram cravar seus nomes balançando às redes. Destaque para boa atuação do meia Luiz Fernando, o melhor em campo, e para bola na trave do prata de casa Roger, que mandou uma bomba mas infelizmente a redonda insistiu em não entrar, para sorte do goleiro Andrei,

A patativa continua líder, com 17 pontos, quatro à menos que Vera Cruz, Porto e Serra Talhada, ambos com 13. Na próxima rodada é a vez da patativa voltar a jogar no Estádio Antônio Inácio de Souza (Vera Cruz), enfrentando o seu freguês, Porto. Por motivo de força maior, a partida foi marcada para ás 15h. O confronto será realizado na quarta-feira, 14.

Central (3-5-2):  Beto; André Lima, Éverton (Sóstenes) e Sinval; Ferreira (Fabinho), Natan (Thiago Laranjeira), Fernando Pires, Luiz Fernando e Jaílton; Roger e William. Técnico: Laélson Lima.

Vera Cruz (4-4-2): Andrei; Ricardo, Cláudio, Weverton e Caíque; Bia, Marquinhos (Caique), Hemeson e Moisés (Guilherme); Cesinha (Cláudio) e Saulo. Técnico: Mazo.

Árbitro: Anderson Costa de Freitas.
Assistentes: Francisco Bezerra Júnior e Marlon Rafael.
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru-PE.
PE 2015 - 9º Rodada da Primeira Fase (11/01/15).

Cartões amarelos: Nathan, Fernando Pires, Jaílton e Fabinho (Central); Hemeson, Ricardo e Cláudio (Vera Cruz).
Cartão vermelho: André Lima (Central); Jaílson (Vera Cruz).
Gols: Não houve marcadores.

Público: 3.107 
Renda: R$ 25.660,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Pesqueira 0x2 Central. Com grande apresentação, patativa vence águia em Pesqueira e segue firme na liderança.


Após dois tropeços seguidos no Pernambucano 2015, inclusive um dentro de casa na rodada anterior, o alvinegro foi bastante motivado para o confronto diante do Pesqueira, e com muita vontade, fez bonito e venceu os donos da casa por 2 a 0. Os gols foram marcados por Luiz Fernando e Willian, esse último fazendo seu primeiro gol como profissional pela patativa.

Curiosidade a parte, foi justamente no Estádio Joaquim de Brito, que o também atacante da casa, Roger, marcou seu primeiro gol como profissional no ano passado, na vitória da patativa sob a águia por 2 a 1, pelo Pernambucano 2014.

O alvinegro criou boas oportunidades de gol durante toda partida, enquanto o goleiro Murilo foi muito pouco incomodado durante o confronto. Na primeira etapa, as melhores chances de gol da patativa esteve com Ferreira cobrando falta, e Éverton cabeceando, mas o goleiro Delone levou à melhor.

Mas de tão determinado, não demorou para a patativa conseguir o gol. Na volta do intervalo, logo aos 4 minutos o alvinegro abre o marcador com o meia Luiz Fernando. O atleta avançou pelo lado direito de ataque e chutou cruzado, colocado, para vencer Delone, 1 a 0 patativa.

Como de costume, mais um atleta da patativa foi expulso. Aos 20 minutos em uma disputa de bola, Juninho Silva agride o adversário e leva o segundo cartão amarelo, deixando a patativa com um a menos. A desvantagem numérica não fez com que o Pesqueira reagisse, e já ao apagar das luzes, Willian pega sobra após chute de Tiago Laranjeira - que diga-se de passagem atuou muito bem neste confronto - e bate colocado para fechar o placar. Pesqueira 0, Central 2.

Pesqueira (4-4-2):  Delone; Fábio, Edio (Thiago), Romário (Baiano) e Betão; Marcos Mendes, Elton, Dunga e Raphael (Edson); Wander e Daniel. Técnico: Roberto de Jesus.

Central (4-4-2): Beto; Ferreira, André Lima, Sinval e Éverton; Natan, Fernando Pires, Jaílton e Luís Fernando (Thiago Laranjeira); Juninho Silva e Candinho (William). Técnico: Laelson Lima.

Árbitro: Gilberto Freire.
Assistentes: Fernanda Colombo e Albert Júnior.
Local: Estádio Joaquim de Brito, Pesqueira.
PE 2015 - 8º Rodada da Primeira Fase (07/01/15).

Cartões amarelos: Raphael e Marcos Mendes (Pesqueira); Juninho Silva, Luís Fernando, Nathan e Evérton (Central).
Cartão vermelho: Juninho Silva (Central).
Gols: Luiz Fernando aos 4' e Willian aos 43' do 2T para o Central.

Público: 2.820
Renda: R$ 21.400,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.


Central 0x1 Pesqueira. Patativa decepciona diante de sua torcida e perde mais uma no Pernambucano 2015.


Não foi o Domingo que o torcedor alvinegro esperava. Especialmente quando a equipe, mesmo que jogando mal, conseguia fazer os resultados dentro dos seus domínios. Desta vez não teve como passar. Jogando um futebol bem abaixo do esperado, com diversas falhas, o alvinegro cansou de dar brechas e próximo ao fim da partida foi penalizado sofrendo um gol da águia.

O ex-volante da patativa, Élton, aproveitou cruzamento rasteiro dentro da pequena área e bateu sem chances de defesa para o jovem Murilo. A bola passou na frente de cinco defensores Centralino e nenhum afastou o perigo. O glorioso ainda havia desperdiçado um pênalti na primeira etapa com o atleta Candinho.

Mesmo com a derrota, a patativa continua como líder da competição. Na virada do turno, Pesqueira e Central se enfrentam novamente, desta vez, no Estádio Joaquim de Brito, em Pesqueira. Será a chance do alvinegro para recuperar os pontos perdidos dentro dos seus domínios.

Central (4-4-2):  Murilo; André Lima, Sinval e Everton (Roger); Ferreira, Diego Teles, Fernando Pires, Thiago Laranjeira (Luiz Fernando) e Jaílton; Candinho e Juninho Silva (Willian). Técnico: Laélson Lima.

Pesqueira (4-4-2): Delone; Betão, Romario, Edvan e Felipe; Marcos Mendes (Adrianinho), Élton, Dunga e Wander; Raphael (Thiago) e Daniel (Sergio). Técnico: Roberto de Jesus.

Árbitro: Tiago Nascimento.
Assistentes: Wlademir Lins e Charles Rosas.
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru-PE.
PE 2015 - 7º Rodada da Primeira Fase (04/01/15).

Cartões amarelos: Ferreira e Luiz Fernando (Central); Romario e Felipe (Pesqueira).
Cartão vermelho: Diego Teles (Central).
Gols: Élton para o Pesqueira aos 41' do 2T para o Pesqueira.

Público: 3.968
Renda: R$ 32.260,00


Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Vera Cruz 1x0 Central. Patativa é derrotada e perde invencibilidade.


A invencibilidade da patativa foi quebrada nesta sexta rodada do Pernambucano 2015, após perder longe dos seus domínios para o Atlético Pernambucano por 1 a 0. A expulsão do goleiro alvinegro, Beto, foi um ponto crucial para ser somado ao péssimo futebol aplicado pelos atletas do glorioso.

O Vera Cruz desperdiçou um pênalti, mas chegou ao gol da vitória aos 11 minutos do segundo tempo através do atleta Rafinha, numa bobeada do zagueirão alvinegro Éverton dentro da área. Na próxima rodada o Central recebe o Pesqueira, diante de sua torcida, no Estádio Lacerdão.

Vera Cruz (4-4-2):  Andrei; Ricardinho, Claudio, Wanderson e Caique (Guilherme); Bia, Weverton, Hemerson e Polho (Ewerton); Cesinha e Rafinha (Marquinhos). Técnico: Caio Simões.

Central (3-5-2): Beto; Andre Lima (Juninho Silva), Éverton e Sival; Ferreira, Fernando Pires, Nathan, Thiago Laranjeira (Murilo) e Leandro Silva; Piter (Willian) e Candinho. Técnico: Laélson Lima.

Árbitro: Diego Fernando Silva de Lima.
Assistentes: Marlon Rafael e José Araújo.
Local: Estádio Carneirão, Vitória de Santo Antão.
PE 2015 - 6º Rodada da Primeira Fase (28/12/14).

Cartões amarelos: Claudio, Hemerson, Weverton, Polho (Vera Cruz); Fernando Pires, Nathan, Ferreira, Candinho e Sinval (Central).
Cartão vermelho: Beto (Central).
Gols: Rafinha aos 11' do 2T para o Vera Cruz.

Público: 1.760
Renda: R$ 14.100


Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Outras postagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...