sábado, 27 de setembro de 2014

Central x Confiança-SE. Alvinegro vai em busca da vitória nos primeiros 90 minutos do mata-mata.


Precisado largar bem para manter vivo o sonho da Série C 2015, o Central de Caruaru joga a primeira partida das oitavas de finais diante do Confiança de Sergipe, neste Domingo, 28, no estádio Lacerdão. Para o confronto, o técnico Humberto Santos decidiu manter a equipe que jogou diante do Baraúnas-RN, na última rodada da primeira fase.

Na ocasião, a patativa goleou a equipe de Mossoró, vencendo e convencendo os torcedores. Os meio-campistas Juninho Silva e Jaílton continuam improvisados nas laterais, deixando o time bastante ofensivo. A novidade é no gol. Com o goleiro Juninho fora da Série D, por contusão, Beto assume a camisa 1 do glorioso.

Quis o destino que fosse logo diante do seu ex-clube, onde sagrou-se Campeão Sergipano 2014. Se isso é um ponto positivo, ou não, só quando a bola rolar iremos tirar as conclusões. Serão os jogadores adversários que terão vantagem por conhecer bem o arqueiro, ou será o goleiro patativa por conhecer os atletas do azulão ?

A diretoria alvinegra se mobilizou e fez uma campanha para no mínimo termos 10 mil torcedores em campo nesta primeira decisão. Até o Sábado, os valores dos ingressos foram promocionais e chamou muitos torcedores. Não podemos esquecer do programa do estado Todos com a Nota, que sempre ajuda e leva um maior número de torcedores para o monumental da Avenida.

CONFIANÇA-SE
O time Sergipano vem à Caruaru para jogar por um empate, ou no mínimo perder marcando gols. Tendo a melhor campanha da primeira fase, o elenco vem embalado e contará com a força dos seus torcedores que prometem invadir o Luiz Lacerda. A força deste elenco está no ataque, com os atacantes Leandro Kível e Bibi, esse último bastante conhecido da patativa, além das bolas áreas. O experiente meia Geraldo também faz parte deste plantel, mas deve ficar como opção para o decorrer da partida.

SEQUÊNCIA
Em três Campeonatos Brasileiros da Série D disputados pela patativa, o glorioso bateu na trave em dois. Em 2010 foi eliminado na fase de grupos, mas em 2009 e 2013 caiu nas oitavas de finais, diante de Alecrim-RN e Botafogo-PB, respectivamente. Serão os jogadores alvinegro que irão continuar ou não fazendo história a partir deste Domingo. Agora, que venha o Confiança!

Central x Confiança-SE - 1ª partida das Oitavas de Finais (Série D 2014)
Estádio: Lacerdão, Caruaru-PE.
Data: 28 de Setembro, às 16h.
Árbitro: Rafael Martins Dinis (DF)
Assistentes: José Araújo Sabino e Luciano Benevides de Sousa (Ambos DF)

Central (4-4-2): Beto; Juninho Silva, Sinval, Egon e Jaílton; Eduardo Erê, Fernando Pires, Erivelton e Tiago Lima; Jaílson e Andrezinho. Técnico: Humberto Santos.

Confiança-SE 
(4-4-2): Éverson; Glauber, Eron, Valdo e Pedrinho; Richardson, Wallace Sergipano, Éverton e Wallace Pernambucano; Leandro Kível e Bibi. Técnico: Betinho.

Central: O setor ofensivo vem chamando a atenção, mas antes de tudo, existe um jogador que faz a bola chegar e é o dono do meio-campo, com seus desarmes e garra dentro das quatros linhas. O volante artilheiro Eduardo Erê, é a aposta do blog para esta partida. Até o momento, consideramos Erê como o melhor jogador da patativa no Brasileirão 2014.

Confiança-SE: Não teria como destacar outro jogador se não o artilheiro da equipe, Leandro Kível. O atleta tem faro de gol, sendo ele um dos principais responsáveis pela grande campanha do time sergipano na primeira fase.

Rádio Liberdade: 104.9 FM
Rádio Futebol Show: 107,1 FM ou pelo SITE.
TV Criativa (Transmissão por vídeo)

Arquibancada: R$ 30,00
Cadeira cativa: R$ 40,00
Sócio e estudante: R$ 15,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Fotos de Central 5x0 Baraúnas - Série D 2014.

Confira a galeria exclusiva do Movimento Coração Alvinegro de Central 5x0 Baraúnas-RN, jogo válido pela 10ª rodada da primeira fase da Série D 2014. Todos os créditos para Guilherme Milleron / Blog Movimento Coração Alvinegro.











































domingo, 21 de setembro de 2014

Central 5x0 Baraúnas-RN. Patativa vence com folga e se classifica para oitavas de finais da Série D 2014.


Se despedindo da primeira fase da Série D 2014, o Central de Caruaru goleou o Baraúnas-RN diante de sua torcida, neste Domingo, 21, por 5 a 0. A patativa marcou na primeira etapa através do meia Tiago Lima, e no segundo tempo com Sinval, Jaílson (2) e Adriano. O resultado colocou o glorioso na próxima fase do Campeonato Brasileiro e terá o Confiança-SE ou Rio Branco-AC como adversário nas oitavas de finais. A primeira partida será disputada já no próximo domingo, 28, também no Estádio Lacerdão.

O JOGO - Uma vitória dos visitantes poderiam classificar o leão de Mossoró à próxima fase do Campeonato, contando-se que o Coruripe-AL não vencesse a Jacuipense-BA. Para a patativa, até mesmo um empate poderia servir, levando-se em conta que houvesse empate ou derrota do Coruripe-AL no seu jogo.

Humberto não pensou duas vezes. Quis vencer, e vencer bem. Botou em campo quatro meias-ofensivos. Dois improvisados, Juninho Silva e Jaílton, nas laterais direita e esquerda, respectivamente, e dois de ofício, Erivelton e Tiago Lima. O time alvinegro ignorou o adversário, e partiu para o ataque sem hesitar. Diversas foram as chances criadas ao longo do jogo.

Atletas comemoram o primeiro gol
da patativa no confronto. Foto:
Guilherme Milleron / Blog M.C.A.
O primeiro gol saiu cedo. Após uma saída errada de bola, Jaílson e Andrezinho tabelaram e o baixinho penetrou na área adversária. Poderia ter finalizado, sem ângulo, ou tentado o cruzamento, mas percebeu a chegada de Tiago Lima e deu um passe voltando. O camisa 10 alvinegro encheu o pé e abriu o placar no Luiz Lacerda.

Atrás no marcador, o Baraúnas ensaiou uma reação. Arriscaram aos 15 com Romeu, e Paulo aos 21, mas foi só. O alvinegro voltou a mandar no jogo, daí em diante iniciando-se um festival de chances desperdiçadas. Cobrando escanteio, Juninho Silva botou na cabeça de Tiago Lima, mas o meia mandou para fora aos 21. Dois minutos após, Jaílton assusta chutando cruzado.

O segundo gol era importantíssimo, mas a ansiedade atrapalhou e foi uma pedra no sapato da patativa. Andrezinho desperdiçou aos 25, depois de boa jogada de Juninho pelo lado direito, e Tiago Lima aos 35, e 43 minutos, sendo essa última uma cabeçada para a barra sem goleiro, pois chegou atrasado no lance.

SEGUNDO TEMPO - Ao se dirigir aos vestiários, o treinador da patativa se mostrou muito chateado pelas chances que o alvinegro desperdiçou. A bronca foi pesada no intervalo, mas serviu para os atletas ajustarem a pontaria e aumentar a vantagem do glorioso alvinegro. Duas chances fizeram a torcida alvinegra ensaiar o grito de gol. Jaílton cobrando falta, aos 2 minutos, e Juninho Silva aos 7 batendo cruzado.

Com 13 minutos, Tiago Lima sentiu dores e foi substituído por Adriano. Juninho Silva foi para sua função de origem, meio de campo, e a lateral direita ficou sem improvisações. Juninho Silva desperdiçou mais uma aos 22, pois demorou finalizar. O zagueiro Sinval tentou cabeçada aos 26, mas foi empurrado dentro da área e cabeceou mal. Andrezinho também foi deslocado dentro da área. Aos 27 minutos sofreu o pênalti, mas o árbitro fez vista grossa e mandou o jogo seguir. Por bem, não fez falta.

Volante Eduardo Erê voltou ao time
e fez uma grande partida.
Foto: Guilherme Milleron / Blog
Movimento Coração Alvinegro.
Aos 30 minutos saiu o segundo tento da patativa. Primeiramente, Eduardo Erê tentou duas vezes, sendo a primeira uma cabeçada à queima roupa que Érico fez a defesa. Quando a defensiva dos visitantes foi afastar o perigo, Sinval pegou a sobra na pequena área, se posicionou e encheu o pé para fazer o segundo, 2 a 0. O Central era absoluto na partida. Por sinal, o goleiro Juninho, e depois Beto, foram espectadores durante quase todo jogo.

Aos 35 minutos é a vez do matador Jaílson. Com o faro de gol que um artilheiro precisa, o atleta recebe um belíssimo lançamento de Eduardo Erê, domina bem e ganha no giro de corpo para o zagueiro, já finalizando sem chances de defesa para Érico, Central 3 a 0. Aos 36, Jaílton faz um bom passe para o lateral Adriano, que pega bem na bola e chega muito perto de marcar. Por sinal, o lateral que não vinha rendendo nada nas últimas partidas, entrou bem e agradou ao torcedor, possivelmente também ao seu comandante.
Jaílson deixou sua marca duas vezes
diante do Baraúnas-RN.
 Foto: Guilherme Milleron
 Blog Movimento Coração Alvinegro.

Mesmo vencendo bem, Humberto fez sua última modificação na equipe. Jefférson Maranhão no lugar de Andrezinho, para manter a pegada e velocidade da patativa. E deu certo. No seu primeiro lance em jogo, Maranhão ganha do zagueiro adversário pelo lado direito e entrega de bandeja para Jaílson marcar seu segundo gol no jogo, e o quarto da patativa.

Aos 39, Jaílson cabeceia para fora após cruzamento de Eduardo Erê, e aos 46 desperdiça uma chance claríssima depois de outra assistência de Jefferson Maranhão, mas domina mal e perde o tempo da bola. No apagar das luzes, Adriano cobra falta de longe e sem contar com desvio a redonda vai morrer no fundo das redes de Érico, Central 5 a 0. Que venha as oitavas de finais.

No decorrer da semana a galeria exclusiva do Movimento Coração Alvinegro com as fotos de Central 5x0 Baraúnas-RN.

Central (4-4-2):  Juninho (Beto); Juninho Silva, Sinval, Egon e Jaílton; Eduardo Erê, Fernando Pires, Erivelton e Tiago Lima (Adriano); Jaílson e Andrezinho (Jefferson Maranhão). Técnico: Humberto Santos.

Baraúnas-RN (3-5-2): Érico; Victor, Nildo e Romeu (Diogo); Luiz Henrique, Sobral, Batata, Adhan e Paulo Geovane (Paraíba); Binha (Luciano Rodela) e Dênis. Técnico: Isaías Rodrigues.

Árbitro: Eduardo de Santana Nunes (SE)
Assistentes: Ivaney Alves de Lima e Rodrigo Guimarães Pereira (Ambos SE)
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru-PE.
Série D 2014 - 10ª Rodada do grupo A3

Cartões amarelos: Romeu e Anderson Sobral (Baraúnas).
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Tiago Lima os 12' do 1T' e Sinval ao 30' do 2T para o Central. Jaílson aos 35' e 38' do 2T e Adriano aos 48' do 2T' para o Central.

Público: 4.509
Renda: R$ 39.219,00


Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

sábado, 20 de setembro de 2014

Movimento Coração Alvinegro - A barra-brava que não para de cantar.

Central 2x0 Araripina. Movimento
Coração Alvinegro em crescimento
com direito à bandeirão e tirantes.
Querendo mudar o jeito de assistir aos jogos no estádio Lacerdão, onde os torcedores não vaiavam, não cantavam, apenas meros espectadores no campo, jovens apaixonados pelo Central Sport Club se juntaram através da comunidade do clube na rede social, Orkut, e criaram em 2010 uma barra-brava, o Movimento Coração Alvinegro.

A ideia principal do movimento sempre foi apoiar o time, sendo sócio e usando apenas o material oficial da patativa, nada relacionada a torcida. Durante os 90 minutos de bola rolando, não parar de cantar músicas alusivas ao Central, e sempre botar pressão no adversário com sonoras vaias.

A estreia foi uma festa à parte, mas a patativa acabou derrotada para o Treze-PB no Luiz Lacerda, pelo Campeonato Brasileiro da Série D 2010. No ano seguinte, a barra-brava cresceu ainda mais e a cada jogo era um espetáculo mais bonito na arquibancada da rua Campo Sales, antiga sociais.

Porto 2x3 Central. Movimento
empurra patativa para mais uma vitória.
Foto: Toque de Bola FC.
Em 2012, com a mudança na diretoria, a sociais alvinegra também mudou de lugar. Saiu da arquibancada da Campo Sales, e foi para as cadeiras cativa da José Leão. Esse fato fez dividir os torcedores, onde grande parte continuou sócio e optou por assistir aos jogos na nova sociais, e outra parte seguiu para a arquibancada da Agamenom Magalhães, se juntando a outras torcidas já existentes, como Central Chopp e a organizada do clube, Comando Alvinegro.

Hoje, na gestão Chico Noé, grande parte daqueles torcedores, como os editores deste blog, João Neto e Guilherme Milleron, além de Júnior Porto, Caetano Neto, Eduardo Saulo, Paulo Silva, Cláudio Sales, Arlindo,  Elton Muniz, entre tantos outros, assistem aos jogos novamente na sociais da Campo Sales. O jovem torcedor David Everton teve a ideia e quer trazer de volta o Movimento para este jogo decisivo diante do Baraúnas, neste Domingo, 21. Junte-se a essa causa e vamos empurrar a patativa para classificação.

Para matar a saudade, relembre grande festa da barra-brava alvinegra nos vídeos sugeridos clicando AQUI.


Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Domingo tem decisão. Humberto Santos e seus comandados definirão o futuro da patativa diante do Baraúnas-RN.


O Central de Caruaru tem neste Domingo, 21, a chance real de classificação à próxima fase do Brasileirão Série D 2014. Para conseguir o feito, precisa vencer o Baraúnas diante de sua torcida e torcer para o Jacuipense-BA não ser goleado para o Coruripe-AL. Até mesmo um empate pode classificar o glorioso à próxima fase, claro, se também houver empate no outro jogo do grupo.

Ao contrário do que falam, a patativa não está classificada, muito menos eliminada da competição. Antes de qualquer especulação da próxima fase, o glorioso alvinegro tem pela frente uma equipe mediana, mas que merece respeito, e que também vem à Caruaru com chances reais de classificação.

Bastante criticado, o treinador Humberto Santos terá a chance de se provar neste Domingo e calar a boca de muitos cronistas e torcedores. Também, pode decepcionar e perder a classificação diante de sua torcida, confirmando parte, ou grande parte, do que muitos relatam em seus comentários. Além do treinador, alguns atletas não vem bem, chamando a atenção pelo mau futebol apresentado. Esses também terão a chance de dar a volta por cima.

Não que um jogo defina quem é bom ou não, mas o futebol é ditado por resultados, números, e mesmo não jogando o fino da bola, o que vale é vencer. Em 2010 tivemos um grande time no papel, e se quer conseguimos passar de fase. Em 2013, um time sem ''estrelas'', mas que encaixou bem e não subiu por detalhes, talvez até pelas limitações do seu treinador.

Resta a Humberto Santos e ao seu grupo escrever a história, se irão crescer na competição e se tornar heróis, conquistando um acesso e talvez até o título, ou se serão vilões, sendo eliminados ainda nesta primeira fase diante de sua torcida.

Passando de fase, é outro Campeonato, outra competição. Não é só o time mais qualificado que sobe. Tendo vontade, equipes medianas podem crescer e engrossar para os adversários, como os mais ''qualificados'' podem entrar de salto alto e ficar pelo meio do caminho, exemplos são os que não faltam. 

Vamos pro jogo. Avante patativa!

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Campinense-PB 1x0 Central. Patativa perde chance de classificação antecipada após perder fora de casa.


Com chances reais de classificação antecipada à próxima fase da Série D 2014, o Central de Caruaru foi até Campina Grande enfrentar o Campinense-PB, equipe já eliminada e que jogava apenas para cumprir tabela. Se enganou quem pensou que seria um pato morto e fácil de ser batido.

Logo nos primeiros minutos as chances demoraram aparecer, mas a patativa criou antes dos donos da cada e assustou aos 16. Dos pés de Juninho Silva saiu o chute forte que passou rente a trave de Juninho. Mas o alvinegro parou por aí. Em um lance de reposição de bola do goleiro Ivan, Saulo e Diego Gois se atrapalham e o Campinense arma contra-ataque. Inexperiente, Diego Gois acaba comentando falta dentro da área alvinegra em Zé Paulo, é expulso e o pênalti é assinalado para a raposa. Wanderley vai para cobrança e bate sem chances de defesa para Juninho, 1 a 0 raposa.

Com um jogador a menos, o rubro-negro gostou do jogo e começou criar várias oportunidades de gol. Inspirado, o goleiro Juninho fez quatro defesas só na primeira etapa, e em duas delas, podemos dizer que foi operado um milagre do arqueiro alvinegro, entre elas estão o chute de Bismarck e a cabeçada de Itallo. Quando o time paraibano conseguiu passar do goleiro Juninho, Sinval tira em cima da linha e isola o perigo.
Atacante Wanderley marcou contra o seu ex-clube.
Foto: Divulgação.

Voltando para segunda etapa, Humberto Santos tentou organizar sua equipe que até agora não tem um esquema tático definido, e principalmente, com um jogador a menos. Em entrevista após o jogo, o próprio treinador falou que a prioridade era não tomar o segundo, e na chance que aparecer em um contra-ataque, igualar o marcador.

Duas delas esteve nos pés no atacante Jaílson, mas o centro-avante desperdiçou chutando pra fora, e na melhor delas, finalizou sem força, ficando fácil a defesa de Ivan. Já o Campinense perdeu diversas oportunidades de gol, entra elas um lance de Zé Paulo, que costurou na defesa alvinegra e chutou à queima roupa para defesa de Juninho. Placar final, Campinense eliminado 1, Central de Caruaru vivo na competição 0.



Dificultou bastante para o Central devido seu meio-campo que nada cria, além das laterais que não apoiam. Tiago Lima mais uma vez fez uma péssima partida, e ao que parece, foi a gota d'água para o técnico Humberto Santos. Provavelmente teremos mudança neste setor.

Vale lembrar que o jogador enganou direitinho, por que fez uma estreia belíssima diante do Coruripe-AL, aqui em caruaru, e de lá pra cá vem jogando mal. Até teve algumas participações boas contra o Jacuipense-BA, mas nada que faça diferença para ser bancado no time.

Para a próxima rodada o alvinegro terá a volta do zagueiro Egon e do volante artilheiro Eduardo Erê. Uma vitória provavelmente classifica o glorioso à próxima fase do Campeonato Brasileiro. Porém, vale lembrar que o Baraúnas-RN vem à Caruaru também com chances de classificação, e pode dificultar a vida do glorioso.

Destaque: Juninho (Goleiro);
Piores em campo: Tiago Lima e Adriano;

Campinense-PB (4-4-2):  Ivan; Junior Gaúcho, Itallo, Silva e Léo Paraíba; Basílio (Marielson), Johnathan (Paulo César), Dudu Medeiros e Bismarck; Zé Paulo e Wanderley (Gustavo). Técnico: Francisco Diá.

Central (4-4-2): Juninho; Adriano, Sinval, David Queiroz e Jean Batista (Bebeto); Diego Góis, Fernando Pires, Juninho e Tiago Lima (Erivelton); Jaílton e Andrezinho (Jaílton). Técnico: Humberto Santos.

Árbitro: Claudio Francisco Lima E Silva (SE)
Assistentes: Ricardo Aragão Lima de Melo e Vaneide Vieira de Gois (Ambos SE)
Local: Amigão, Campina Grande-PB.
Série D 2014 - 9º Rodada do grupo A3

Cartões amarelos: Basílio e Dudu Medeiros (Campinense-PB); Bebeto (Central).
Cartão vermelho: Diego Góis (Central)
Gols: Wanderley aos 20' do 1T para o Campinense-PB.

Público: 5.000
Renda: R$ 50.000,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

sábado, 13 de setembro de 2014

Campinense-PB x Central. Alvinegro vai à Campina Grande-PB em busca da classificação antecipada.


Depois da folga na última rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, o Central de Caruaru volta à campo pelo certame neste Domingo, 14, tendo pela frente o Campinense-PB, em Campina Grande. Uma vitória da patativa praticamente carimba sua classificação à próxima fase do torneio, mas sem descartar o empate, que assim o alvinegro continuaria dependendo de sí para se classificar.

O técnico Humberto Santos foi obrigado a mexer na sua equipe e o alvinegro tem modificações para o duelo. A primeira delas ocorre no sistema defensivo. A boa notícia ficou por conta da volta dos laterais, Adriano e Jean Batista. A má notícia foi a suspensão do zagueiro Egon. Com isso, o treinador manda para campo o estreante David Queiroz, atleta que já trabalhou com o técnico alvinegro, e que tem a preferência do mesmo, pois chegando a pouco tempo tomou a vaga que teoricamente seria de Henrique, zagueiro esquerdo e que era  considerado o reserva de Egon.

No setor de meio-campo Humberto teve alegrias. Recuperado de uma lesão que o tirou durante o jogo contra a Jacuipense-BA, pela sétima rodada do Campeonato, Fernando Pires vai para o jogo. Seu companheiro será o também prata da casa Diego Góis, por opção técnica. Assim, Erick fica na reserva. Vale lembrar que o volante artilheiro Eduardo Erê cumpre nesta partida o segundo jogo da suspensão aplicada pelo STJD. De resto, a equipe será a mesma que atuou 15 dias atrás diante da líder Jacuipense-BA. 

CAMPINENSE-PB
Com a atual situação na tabela classificatória, só uma goleada da raposa e uma combinação de resultados na última rodada para o time o rubro-negro conseguir chegar às oitavas de finais. O próprio técnico da raposa, Francisco Diá, já entregou as cartas após a derrota na última rodada para o Jacuipense-BA, e recentemente o zagueiro e capitão Ítalo, em entrevista ao site PB Esportes, também confirmou que o time não briga mais pela classificação.

O ex-goleiro da patativa, Rodrigão, acertou com o clube rubro-negro e foi o primeiro jogador a deixar o time paraibano. Para piorar o clima, segundo informações vindo da imprensa de Campina Grande-PB, os jogadores fizeram greve neste Sábado, 13, e se recusaram a treinar por conta de pendências salariais ainda do estadual.

Campinense-PB x Central - 9º ROD. da Primeira Fase (Série D 2014)
Estádio: Amigão, Campina Grande-PB.
Data: 14 de Setembro, às 16h
Árbitro: Claudio Francisco Lima E Silva (SE)
Assistentes: Ricardo Aragão Lima de Melo e Vaneide Vieira de Gois (Ambos SE)

Campinense-PB (4-4-2): Ivan; Silvio, Itallo, Júnior Gaúcho e Panda; Basílio, Bismarck, Dudu Medeiros e Léo Paraíba; Wanderley e Zé Paulo. Técnico: Francisco Diá.

Central 
(4-4-2): Juninho; Adriano, Sinval, David Queiroz e Jean Batista; Diego Góis, Fernando Pires, Juninho e Tiago Lima; Jaílton e Andrezinho. Técnico: Humberto Santos.

Pelos jogos de ida do atual grupo, Central e Campinense ficaram no empate no estádio Lacerdão. Relembre esse e outros confrontos abaixo. Detalhe, pela Série C 2008 também houve um empate em Caruaru e no jogo da volta, em Campina Grande, o alvinegro levou a melhor e venceu o confronto.

Central 0x0 Campinense - Série C 2008
Campinense 0x1 Central - Série C 2008 (Cláudio)

Campinense-PB: Difícil destacar um jogador que vem fazendo a diferença na raposa com a atual situação do clube na tabela classificatória. Mas olhando os valores individuais, destaque para o bom meia Bismarck, o atacante Zé Paulo, e o volante que agora atua de zagueiro, Júnior Gaúcho.

Para quem não lembra, esse último já enfrentou a patativa em 2010, quando atuava pelo Fluminense de Feira, e encheu os olhos de cronistas e torcedores que acompanharam os dois jogos entre essas equipes.

Central: O gol marcado na sua estreia, diante do Jacuipense-BA, animou os torcedores alvinegros e o próprio jogador. Jaílton é o nome da fera. Mais uma vez, não esquecemos de Andrezinho. O baixinho teve participação decisiva nos últimos dois gols da patativa e vai com tudo neste confronto diante da raposa.

Rádio Liberdade: 104.9 FM ou 910 AM.
Rádio Futebol Show: 107,1 FM ou pelo SITE.
TV Criativa (Transmissão por vídeo)

Arquibancada com sombra: R$ 40,00
Arquibancada sem sombra: R$ 20,00
Idosos/Estudante: R$ 10,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.


Outras postagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...