sexta-feira, 3 de julho de 2015

Patativa perde título da Copa PE de Futsal com gol no fim. Revelações da casa, Willian e Natan assinam contrato com o Santos Futebol Clube.

Nesta última quarta-feira, 01, o Central Sport Club perdeu o título da Copa Pernambuco de Futsal. Por ter sido derrotado no primeiro jogo, o time alvinegro precisava de uma vitória no tempo normal para levar o jogo para prorrogação.

As equipes vieram balançar as redes na segunda etapa. O time centralino abriu 2 a 0, com gols de Luciano e Ewerton. Os rubro-negros começaram jogar com goleiro linha e chegaram ao empate, com gols de Willian e Gê. A patativa conseguiu novamente passar à frente no marcador, com Luiz Henrique assinalando o tento, mas ao apagar das luzes veio o golpe final dos visitantes. Felipe Marques empatou a partida, dando o título e a vaga na Liga Nordeste 2016 para o Leão da Ilha.

Parabéns para todos os atletas do alvinegro, comissão técnica e torcedores, que mesmo sem apoio algum da direção, conseguiram fazer uma belíssima campanha e perderam o título no detalhe, mas dando o sangue pela causa.


WILLIAN E NATAN
Jovens atletas assinaram com o peixe
até o final do ano. Foto: Clã Sports.
As duas promessas do Central de Caruaru deixaram o Lacerdão precocemente. Por falta de habilidade do antigo presidente, Chico Noé, logo após o Campeonato Pernambuco os jogadores não renovaram seu contrato com a patativa, ficando livre para atuar em qualquer equipe.

Eis que surgiu o empresário dos jovens, e conseguiu encaixá-los no Santos, onde ficam até o dia 31 de Dezembro de 2015. Atuando pela categoria sub-23 do peixe, a renovação de contrato com o alvinegro praiano vai depender exclusivamente das respectivas atuações de Willian e Natan.

Mais uma vez a história se repete. Mudam-se os nomes, mas o amadorismo permanece. Qualquer semelhança com histórias passadas, e jogadores da base saindo sem deixar nada para o clube, é mera coincidência...

SÉRIE D
Visando a estreia no Campeonato Brasileiro da Série D, diante do Serrano, o alvinegro fará um amistoso preparativo diante do Porto neste próximo Domingo, 05. O eterno freguês da patativa conta com alguns atletas conhecidos, que vem mantendo a forma no Ninho do Gavião enquanto não são negociados.

O técnico da patativa, Celso Teixeira, vem trabalhando forte com um grupo compacto nas mãos, e mais uma vez espera-se que desta vez seja diferente, que a sofrida torcida possa comemorar esse almejado acesso. O blog estará presente e trará uma análise da partida, já com um aquecimento para o brasileirão.

Mais uma boa notícia relacionada a Série D 2015, foi a confirmação do Esporte Interativo como detentor do direito de transmissão do Campeonato. Serão dois jogos transmitidos por rodada. Confira a matéria na íntegra clicando AQUI.

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

terça-feira, 30 de junho de 2015

Raio-X do Central de Caruaru no Hexagonal do Título no Pernambucano 2015

De volta com mais uma análise, desta vez com a belíssima campanha realizada pelo Central de Caruaru no hexagonal do título, terminando na segunda colocação, e a lastimável semi-final e disputa pelo terceiro lugar. Desacreditado, Laélson Lima e seus jogadores se uniram em torno do objetivo, conseguindo superar dois meses de atraso nos salários e levando a patativa as semi-finais da competição com uma belíssima campanha, ficando atrás apenas do Sport.

Candinho foi o melhor jogador da patativa
no Campeonato. Foto: Guilherme
Milleron / Blog Movimento C.A.
Confiante, a torcida alvinegra fez sua parte e foi até Recife apoiar o clube caruaruense na primeira partida da semi-final, diante do Santa Cruz. Em um jogo que deu tudo errado, de esquema tático à postura dos atletas, o glorioso foi derrotado por 4 a 0 e aí desandou de vez.

Preocupados com a imagem que estava passando, dirigentes da patativa encontram um bode expiatório e encarrega tudo nas costas de Laélson Lima. Não bastasse isso, trouxe para seu substituto Humberto Santos, treinador de um futuro promisso, mas que no momento não iria somar em nada para o alvinegro.

Veio o jogo da volta, e novamente decepção. A patativa foi batida por 2 a 0 para os tricolores, e por muita falta de sorte, caiu na disputa do terceiro lugar juntamente com o Sport. Mais dois jogos.

O primeiro, que dói até de lembrar. 5 a 0 para o leão, em pleno Lacerdão, e em ritmo de treino. Sem nem forçar muito os rubro-negros atropelaram os donos da casa. Nesse intervalo de tempo, explodiu a greve. Humberto querendo treinar o time e os jogadores se recusando a subir a campo enquanto não recebesse seus vencimentos.

Na última partida do estadual, um empate sem gols na Ilha do Retiro, para alívio dos torcedores e da cidade caruaruense que não aguentava mais ver a patativa sendo saco de pancadas e motivo de chacota.

Passado o Campeonato, os dirigentes não aguentaram a pressão de imprensa, da torcida, e dos cidadãos em geral, e entregaram o cargo. O vice do ex-presidente Chico Noé, Jandoval Bezerra, assumiu o clube e junto com outros convidados ficou com a missão de tocar o barco e tentar o esperadíssimo acesso a Série C do Campeonato Brasileiro.

Voltando, vamos aos números do hexagonal (semi-final e terceiro lugar foram considerados jogos jogos a parte).

DESEMPENHO DO TÉCNICO
Laélson Lima -  46,6% (14 pontos de 30 disputados)

DESEMPENHO DA EQUIPE
Aproveitamento como mandante: 66,6% (10 pontos de 15 disputados)
Aproveitamento como visitante: 26,6% (4 pontos de 15 disputados)
Aproveitamento geral: 46,6% (14 pontos de 30 disputados)

MÉDIA DE GOLS
Jogos como mandante: 1,20 gol/partida (6 gols em 5 jogos)
Jogos como visitante: 0,80 gol/partida (4 gols em 5 jogos)
Todos os jogos: 1 gol/partida (10 gols em 10 jogos)

Segunda defesa menos vazada do hexagonal, atrás apenas do líder Sport.

JOGOS (Clique no link e seja direcionado para a matéria do jogo)
1º ROD - Central 1x0 Serra Talhada (Luciano Totó, contra)
2º ROD - Salgueiro 0x1 Central (Fabinho)
3º ROD - Central 1x2 Santa Cruz (Candinho)
4º ROD - Central 1x1 Náutico (Jucemar Gaúcho)
5º ROD - Sport 1x0 Central
6º ROD - Central 1x0 Sport (Madona)
7º ROD - Náutico 2x2 Central (Fabiano Tanque e Candinho)
8º ROD - Santa Cruz 1x0 Central
9º ROD - Central 2x1 Salgueiro (Candinho [2])
10º ROD - Serra Talhada 2x1 Central (Roberto Pitio)

ARTILHEIROS (Gols entre parênteses)
Candinho (4 gols)
Fabinho, Jucemar Gaúcho, Madona, Fabiano Tanque, Roberto Pitio (1 gol)

SEMI-FINAIS
1º JOGO - Santa Cruz 4x0 Central
2º JOGO - Central 0x2 Santa Cruz

TERCEIRO LUGAR
1º JOGO - Central 0x5 Sport
2º JOGO - Sport 0x0 Central

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Raio-X do Central de Caruaru no primeiro turno do Pernambucano 2015.

O alvinegro não teve apenas um jogador
que carregou o time nas costas. O coletivo
fez a diferença. Foto: Guilherme
Milleron / Blog Movimento C.A.
O blog Movimento Coração Alvinegro traz a análise do turno que deu o título inédito a patativa da primeira fase do Pernambucano 2015. Apenas na primeira rodada a equipe não liderou a competição, mas a partir do segundo jogo se garantiu no topo da tabela e permaneceu até o fim, sagrando-se campeão com uma rodada de antecedência.

Apesar de alguns tropeços dentro de casa, o alvinegro foi além do costume e conseguiu fazer bons jogos longe do Lacerdão, como em Serra Talhada e Pesqueira. No geral, a patativa disputou 14 partidas, vencendo 7, empatando 4, e perdendo 3. Confira o desempenho do técnico, da equipe, a lista de jogos, e os artilheiros do Central na primeira fase.

DESEMPENHO DO TÉCNICO
Laélson Lima -  59,5% (25 pontos de 42 disputados)

DESEMPENHO DA EQUIPE
Aproveitamento como mandante: 66,6% (14 pontos de 21 disputados)
Aproveitamento como visitante: 52,3% (11 pontos de 21 disputados)
Aproveitamento geral: 59,5% (25 pontos de 42 disputados)

MÉDIA DE GOLS
Jogos como mandante: 1,57 gol/partida (11 gols em 7 jogos)
Jogos como visitante: 1,28 gol/partida (9 gols em 7 jogos)
Todos os jogos: 1,42 gol/partida (20 gols em 14 jogos)

Segundo melhor ataque da primeira fase, com 20 gols marcados, atrás apenas do Serra Talhada, com 21. Junto com o time do sertão teve a defesa menos vazada, com 12 gols sofridos.

JOGOS (Clique no link e seja direcionado para a matéria do jogo)
1º ROD   - América 1x1 Central  (Roberto Pitio)
2º ROD   - Central 2x0 Ypiranga (Éverton e Candinho)
3º ROD   - Central 2x1 Atlético Pernambucano (Candinho e Thiago Laranjeira)
4º ROD   - Serra Talhada 1x2 Central (Roberto Pitio e Fernando Pires)
5º ROD   - Central 4x1 Porto (Ferreira, André Lima, e Éverton (2))
8º ROD   - Pesqueira 0x2 Central (Luiz Fernando e Willian)
10º ROD - Porto 1x3 Central (Jaílton, Willian e Juninho Silva)
11º ROD - Central 3x2 Serra Talhada (André Lima, Sóstenes e Roger)

ARTILHEIROS (Gols entre parênteses)
André Lima e Éverton (3)
Willian, Candinho, Roberto Pitio (2)
Roger, Sóstenes, Juninho Silva, Luiz Fernando, Jailton, Ferreira, Fernando Pires, Thiago Laranjeira (1)

Sport 0x0 Central. Patativa consegue segurar Leão na Ilha e se despede do Campeonato com empate sem gols.


Em outro jogo bastante sonolento, as equipes não fizeram por onde tirar o zero do placar, e nas poucas chances criadas pararam nas mãos dos arqueiros. A torcida Centralina agradece aos céus por esse Campeonato ter chegado ao fim, e junto com ele o sofrimento de ver a equipe entrar em campo nessa fase final e ser facilmente batida pelos adversários. Nos próximos dias teremos novidades em relação ao Campeonato Brasileiro da Série D 2015.

Sport (4-4-2): Magrão; Vítor, Éwerton Páscoa, Durval e Danilo; Rodrigo Mancha, Rithely (Wendel), Diego Souza e Régis (Élber); Joéliton e Mike (Samuel). Técnico: Eduardo Baptista.

Central (4-4-2): Beto; Fabinho, Sinval, André Lima e Jaílton; Natan, Jucemar Gaúcho, Juninho Silva e Luís Fernando (Madona); Candinho (Erick) e Roger (Fabiano). Técnico: Humberto Santos.

Árbitro: Giorgio Wilton.
Assistentes: Francisco Bezerra e Bruno Vieira.
Local: Estádio Ilha do Retiro, Recife-PE.
PE 2015 - 2º Jogo da disputa pelo terceiro lugar (02/05/15).

Cartões amarelos: Durval (Sport); Fabinho, Juninho Silva, Sinval (Central).
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Não houve.

Público: 3.469
Renda: R$ 48.645,00.

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Central 0x5 Sport. Na disputa pela terceiro lugar, Central é novamente humilhado, desta vez para o Sport.


Mais uma vez o Central de Caruaru frustou seu torcedor. Com um time sonolento em campo e abatido, o Sport Recife fez 5 a 0 e praticamente selou sua classificação para a Copa do Nordeste 2016. As recentes decepções deixaram o torcedor em casa, desconfiado, já prevendo o que estava por vir. Na sua última partida como mandante no estadual, o alvinegro apresentou seu pior número de público até então.

Usaremos uma frase repetida por este blog para descrever esse triste fim de Campeonato. ''As recentes atuações do Central em campo, nada mais é do que reflexo da má administração fora de campo''.

Laélson Lima que saiu com dois meses de salários atrasados, jogadores que fizeram greve por conta de mais de dois meses de seus vencimentos atrasados, chegando próximo do que fez o último presidente, entre tantas outras coisas erradas que foram blindadas enquanto tinha Laélson junto com sua comissão administrando o psicológico dos jogadores, e fazendo até o impossível para segurar o que tava para se explodir.

Voltando ao tema do confronto, na próxima partida o alvinegro enfrenta o Sport na Ilha do Retiro, apenas cumprindo tabela e fazendo sua despedida desse Campeonato que deve ser desmemoriado pelo torcedor Centralino.

Central (4-4-2):  Beto; Fabinho, Sinval, Nathan e Jailton; Erick, Jucemar Gaúcho, Fernando Pires (Willian) e Candinho; Roger (Fabiano) e Juninho Silva (Luiz Fernando). Técnico: Humberto Santos.

Sport (4-4-2): Magrão; Oswaldo, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Wendel (Rodrigo Mancha), Elber (Samuel), Felipe Azevedo (Régis) e Diego Souza; Joelinton. Técnico: Eduardo Baptista.

Árbitro: Sebastião Rufino Filho.
Assistentes: Marlon Rafael e Cleberson Leite.
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru;
PE 2015 - 1ª Partida da disputa pelo terceiro lugar (29/04/15).

Cartões amarelos: Fernando Pires, Nathan e Madona (Central); Ewérton Páscoa (Sport).
Cartão vermelho
Gols: Elber aos 30’ do 1T, Diego Souza aos 36’ e 37’ do 1T, Felipe Azevedo aos 12’ do 2T e Joelinton aos 25’ do 2ºT para o Sport.

Público: 1.507
Renda: R$ 26.300

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.


Central 0x2 Santa Cruz. No jogo de volta das semi-finais, Central decepciona novamente e perde mais uma.




Não deu para a patativa. Levando um gol no início do confronto, e perdendo alguns que poderiam ter lhe concedido a vitória e a possibilidade de cair em pé, o glorioso sofreu o segundo tento já nos minutos finais e perdeu a chance de conquistar sua vaga na finalíssima da competição. O próximo jogo será também no Luiz Lacerda, diante do Sport Recife, na disputa pelo terceiro lugar.

Central (4-4-2):  Beto; Ferreira (Fabinho), Everton, Mattia Binatti (Fabiano) e Jaílton; Natan, Jucemar e Luiz Fernando; Candinho, Roberto Pítio (Fernando Pires e Roger. Técnico: Humberto Santos.

Santa Cruz (4-4-2): Fred; Nininho (Moisés), Alemão, Danny Morais e Tiago Costa; Bileu, Bruninho, João Paulo (Anderson Aquino), Guilherme Biteco (Edson Sitta) e Emerson Santos; Betinho. Técnico: Ricardinho.

Árbitro: Nielson Nogueira Dias.
Assistentes: Marcelino Castro e Charles Rosas
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru;
PE 2015 - 2ª Partida da Semi-Final (26/04/15).

Cartões amarelos: Jaílton (Central); Nininho e João Paulo (Santa Cruz).
Cartão vermelho: Éverton (Central);
Gols: Emerson Santos aos 5' do 1T e Anderson Aquino aos 45 do 2T.

Público6.061
Renda: Não divulgado.

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

domingo, 19 de abril de 2015

Laélson Lima está fora do comando técnico do Central de Caruaru. Humberto Santos assume o time na sequência do estadual.

Laélson Lima está fora da patativa.
Foto: Fernando da Hora, JC Imagem.
Bastou a humilhante derrota diante do Santa Cruz na primeira partida da semi-final, por 4 a 0, neste último sábado, 18, para a direção do Central Sport Club encontrar um bode expiatório e encarrega-lo pelo insucesso da patativa.

Nesse caso, o técnico Laélson Lima foi o escolhido. Em um ato de covardia e fraqueza, demitiram o comandante sem nenhuma consideração com aquele que fez um time limitado e desacreditado por todos, ser campeão da primeira fase do estadual - o que era obrigação - e chegar às semi-finais do Campeonato com a segunda melhor campanha do hexagonal do título, atrás apenas do Sport Club do Recife, time de Série A, com folha imensamente superior.

O analisando pela partida, Laélson não está livre de críticas, muito pelo contrário, mas culpar um só profissional pela displicência da metade do time, assim como pela irresponsabilidade dos seus comandados, como nos lances da expulsão, e de dois dos quatros gols tomados, é uma covardia sem igual.

A equipe está abalada, mas a troca de comando técnico não será e nem seria a melhor opção. Qualquer decisão desse tipo seria totalmente válida e aceitável, desde que o Campeonato tivesse acabado, e não a véspera do segundo jogo da semi-final, principalmente com a disputa do terceiro lugar batendo na porta e sendo possível conquistar as vagas na Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

Humberto está de volta à patativa.
Foto: Viviane Leão /GE Caruaru.
Desejamos muita sorte e sucesso para o técnico Laélson Lima. Seu saldo foi muito mais positivo do que negativo, principalmente com as condições de trabalho que lhe foram dadas, onde chegou a trabalhar com dois meses de salários atrasados. Torcemos para que um dia volte a dirigir a patativa, com pessoas mais competentes lhe dando o suporte necessário para ir mais longe, e não se contentando com uma mísera vaga no Campeonato Brasileiro e um quarto lugar no estadual.

Ao "novo velho" técnico, Humberto Santos, desejamos sorte nessa jornada.  Porém, é válido ressaltar que este profissional de nada terá obrigação, pois com três jogos em apenas tão pouco tempo, não haverá condições de impor a sua filosofia de trabalho.

Dias melhores virão!

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Outras postagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...