segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Com aproveitamento igual o de 2009, confira o Raio-X do Central de Caruaru na primeira fase da Série D 2015.

Elenco posicionado para foto no jogo
da classificação diante do Serrano-BA.
Foto: Divulgação.
Com uma campanha muito boa, e um aproveitamento de 66,6%, o Central de Caruaru conseguiu repetir o aproveitamento que teve na Série D 2009, ano em que a patativa havia feito sua melhor exibição no Campeonato Brasileiro da Série D. Naquele ano, a patativa havia feito 12 pontos na primeira fase, dos 18 possíveis (RELEMBRE AQUI). Já no presente ano, o alvinegro fez 16, de 24 possíveis. Ou seja, ambos com 66,6% de aproveitamento.

Tudo começou com a mudança da gestão na parte administrativa. Assumindo o comando logo após o estadual, o presidente Jandoval Bezerra fez das ''tripas, coração'', e mesmo com todo jogo dando prejuízo financeiro, além do corte do programa governamental Todos Com a Nota, jogadores, comissão técnica e funcionários receberam em dia.

Atletas comemorando gol no amistoso
preparatório para a Série D. Foto:
Guilherme Milleron / Movimento C.A.
Apostando em velhos conhecidos, a patativa foi atrás do gerente de futebol Adriano Coelho, que passou pela patativa no Pernambucano 2013, e o técnico Celso Teixeira, que já havia passado pela patativa em 2012, quando chegou no finalzinho do estadual na missão de colocar a patativa na Série D.

Os nomes agradaram uma parte da torcida, outros não. A verdade é que Celso conseguiu montar um grupo valente, dar força aos atletas no momento que passou três jogos sem vitória, e com duas boas exibições nas últimas rodadas, classificar a patativa para as oitavas de finais da Série D 2015, com o primeiro lugar do Grupo A4, o que garantirá decidir a vaga no mata-mata dentro de casa.

Se será lembrado pelo inédito acesso a Série C, ou apenas pelo bom aproveitamento na fase de grupos, os próximos jogos dirão. Jogadores e comissão técnica continuarão a escrever suas histórias. Confira agora os números do tradicional Raio-X do blog, e relembre a partida que desejar clicando no link.

DESEMPENHO DO TÉCNICO (Fase de grupos)
Celso Teixeira - 66,6% (16 pontos de 24 disputados)

DESEMPENHO DA EQUIPE (Fase de grupos)
Aproveitamento como mandante: 75% (9 pontos de 12 disputados)
Aproveitamento como visitante: 58,3% (7 pontos de 12 disputados)
Aproveitamento geral:  66,6% (16 pontos de 24 disputados)

JOGOS - PRIMEIRA FASE (Clique no link e seja direcionado)
ARTILHEIROS (Gols entre parênteses)
Altemar e Reinaldo Alagoano (3)
Candinho e Viola (2)
Cris (1)

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Adversário do Central de Caruaru nas oitavas de finais da Série D, Lajeadense-RS conta com dois ex-jogadores da patativa. Saiba mais!

Jogadores comemoram o primeiro gol na Série D 2015. Foto: Divulgação.
A equipe comandada pelo gaúcho Luis Carlos Wink fez uma boa campanha na primeira fase da Série D 2015. Classificada com 15 pontos, o time do interior teve o quarto melhor aproveitamento dos segundos colocados, e será adversário da patativa nas oitavas de finais.

Zagueiro Josias Basso durante
sua passagem pela patativa.
Foto: João Neto.
Contando com dois jogadores conhecidos da torcida Centralina, a equipe alviazul era apontada como saco da pancadas do seu grupo no início da competição, devido a goleada sofrida na estreia por 5 a 0 para o São Caetano. Porém, com algumas modificações no time a equipe encontrou o caminho das vitórias e conseguiu passar a segunda fase da competição, tendo sofrido apenas uma derrota, justamente a goleada na estreia.

O primeiro conhecido da torcida Centralina é Josias Basso, ex-zagueiro da patativa, que chegou em 2012 sob indicação do técnico Alemão e do gerente de futebol Amarildo Amaral. Basso não chegou a estrear pela patativa, e vendo que não tinha espaço na equipe naquele momento, pediu para ser liberado e assim foi feito.

Josias Basso, mais experiente,
atualmente no Lajeadense-RS.
Foto: Site oficial do
Lajeadense.
Já pelo Lajeadense, o jogador só não esteve presente na primeira partida, onde a equipe foi goleada pelo São Caetano, e na sétima e nona rodada, na vitória contra o Volta Redonda em casa, e o empate fora diante do Metropolitano, respectivamente, devido está cumprido suspensão. Na oitava rodada a equipe alvi-azulina folgou, e o atleta retornou ao time na última rodada, no empate em 1 a 1 com os reservas do São Caetano, em Lajeado-RS.

Lenílson em atuação
pela patativa. Foto:
Guilherme Milleron.
O segundo atleta é bem mais conhecido da torcida alvinegra. Trata-se do meia Lenílson, namoro antigo do Central de Caruaru, e que veio vestir a camisa da patativa no ano de 2012, também na mesma equipe comanda pelo técnico Alemão, e o gerente de futebol Amarildo Amaral, além de Evandro Souza.

O próprio Lenílson chegou a trabalhar com Celso Teixeira na patativa naquele ano. Celso havia chegado com a missão de classificar a patativa para Série D, mas por alguns detalhes acabou ficando de fora (RELEMBRE). Em cinco jogos com Teixeira no comando, Lenílson só ficou de fora da equipe em uma oportunidade, no empate em 1 a 1 diante do Petrolina, no Sertão do Estado.

Pelo Lajeadense-RS, Lenílson entrou no segundo tempo da goleada sofrida para o São Caetano, na estreia da competição. Da segunda partida em diante, foi escalado como titular e com a 10 da equipe e não saiu mais. Apesar do papel importante na campanha da equipe, não chegou a marcar gols com a camisa do clube gaúcho.

Central e Lajeadense-RS se enfrentam no Domingo 27 de Setembro, pelas oitavas de finais da Série D 2015. A primeira partida será disputada em Lajeado-RS, e a volta está marcada para o dia 04 de Outubro, em Caruaru.

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Central 3x0 Serrano-BA. Patativa vence bem e classifica-se para as oitavas de finais em primeiro lugar do grupo A4.


No jogo da classificação, quis o destino que tudo ficasse reservado mais uma vez para última rodada do Campeonato Brasileiro, e que assim como nos últimos anos, ocorresse em Caruaru diante da torcida alvinegra.

O clima era de final de Campeonato, e assim como o Goianésia na rodada passada, o adversário deste Domingo, Serrano-BA, quis ser uma pedra no caminho do glorioso alvinegro caruaruense. A patativa entrou muito ligada no jogo, mas o excesso de vontade abriu espaço e os visitantes conseguiram encaixar dois bons contra-ataques.

Quando o time alvinegro deixou a afobação de lado, e conseguiu botar a bola no chão, o volante Izaías avançou pelo lado esquerdo, a bola foi alçada na área alvinegra aos 12 minutos, e chegou em Candinho. O atleta dominou no peito e mandou uma bomba, para boa defesa do goleiro Luan.

Os visitantes aproveitaram os espaços deixados pelo time alvinegro, e teve sua melhor chance de gol aos 30 minutos. Após chute muito forte, Santos espalma para o meio da área, e antes do atacante adversário concluir, o zagueiro Sinval afasta o perigo.

Pressionando bastante, o alvinegro chegou ao primeiro gol aos 35 minutos. Alex Murici levantou bola na área, o ''iluminado'' Candinho dominou, deu um belíssimo drible no marcador, e chutou de esquerda entre as pernas do goleirão Luan, 1 a 0 Central. O gol deu uma tranquilidade a mais para patativa, que daí em diante passaria a jogar tocando bola, ao invés do bombão.

SEGUNDO TEMPO - O resultado magro era um risco. O Serrano voltaria a campo para estragar a festa programada da torcida alvinegra. Porém, o atacante Viola, já aos 40 segundos da etapa complementar aumentava a contagem, marcando o seu primeiro gol a camisa alvinegra. Boa jogada de Sinval pelo lado direito, e levantamento na área. O atacante Centralino se joga na bola e com um leve toque de cabeça vence o goleiro Luan, 2 a 0 patativa.

O gol deu a tranquilidade necessária e jogou um balde de água fria nos atletas do Serrano. Daí em diante sem muita pressa, o goleiro alvinegro não foi mais exigido, com as chances seguintes estando nos pés de Reinaldo Alagoano, com um belo chute de primeira para defesa de Luan, e em chute colocado do lateral Alex Murici, para fora.

Se encaminhando para terminar mesmo 2 a 0, o atacante Dudu, que havia acabado de entrar, tabelou com Murici e mandou uma verdadeira assistência pelo lado direito na cabeça de Viola. Bem posicionado mais uma vez, o atleta marcou o terceiro gol da patativa e decretou a classificação alvinegra para as oitavas de finais aos 40 minutos. Festa no Lacerdão!

Jogadores se ajoelham e agradecem a classificação da patativa à próxima fase. Foto: Divulgação.


PRÓXIMA FASE - Com a vitória e a derrota do Estanciano-SE para o Treze, o Central de Caruaru passou em primeiro lugar no grupo A4. Com isso, seu adversário será o Lajeadense-RS, da cidade do interior, Lajeado, no Rio Grande do Sul, e a primeira partida das oitavas de finais está marcada para o Domingo, 27 de Setembro.

A volta está programa para o dia 04 de Outubro, no Estádio Luiz Lacerda. É fazer uma bom resultado fora de casa, se possível marcando gols, e vir jogar com a vantagem embaixo do braço para decidir a classificação diante da torcida alvinegra, algo que não acontece desde 2009, onde a patativa decidiu a vaga para a fase seguinte diante do Alecrim-RN.

Teremos contratações no decorrer da semana, e pelo o que parece, dois meias devem está chegando para reforçar a patativa na fase seguinte do Campeonato. Em breve novidades. Avante patativa!

Central (4-4-2):  Santos; Alex Murici, Cris, Sinval e Altemar; Robson Simplício (Jean Batista), Izaias, Anderson Paulista e Candinho (Dudu); Reinaldo Alagoano (Lima) e Viola. Técnico: Celso Teixeira.

Serrano (4-4-2): Luan; Edcarlos, Moisés (Bremer), Rafael e Reivan; Carlos, Romero, William (Jeferson) e João Grilo; Adílio e Lucas Santos. Técnico: Edson Ferreira.

Árbitro: Wales Martins de Souza (DF)
Assistentes: Ubiratan Bruno Viana e Flavio Gomes Barroca (Ambos RN)
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru-PE.
Série D 2015 - 10ª Rodada da Fase de Grupos (13/09/15)

Cartões amarelos: Alex Murici, Altemar, Anderson Paulista e Jean Batista (Central); Willian (Serrano).
Cartão vermelho: Não houveram expulsões.
Gols: Candinho aos 35' do 1T para o Central. Viola ao 1' e aos 40' do 2T para o Central.

Público:  1898 espectadores.
Renda: R$ 32.000,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Goianésia-GO 1x2 Central. Goianésia resiste, mas Central volta a vencer e respira no Brasileirão da Série D 2015.


Chegou ao fim o jejum do Central de Caruaru no Campeonato Brasileiro. Após três jogos sem saber o que é vitória, a patativa foi valente e venceu fora de casa, de virada, a equipe do Goianésia pelo placar de 2 a 1, neste Sábado, 05, em Goiânia. O triunfo deixou a patativa provisoriamente na segunda colocação do Grupo A4, com 13 pontos. No jogo deste Domingo, 06, o Treze pode retomar o lugar da patativa caso vença seu compromisso, diante do Serrano-BA, fora de casa.

Incentivados pela suposta ''mala branca'' enviada por dirigentes e torcedores do Treze-PB, os donos da casa lutaram até o fim, e nenhum momento aparentou uma equipe morta, com futebol de quem já estava desclassificada.

Cobrando falta, Altemar empatou a
partida em Goianésia. Foto: Edvaldo
Magalhães.
Com o sofrimento que o torcedor Centralino está acostumado, a vitória veio com muita luta. Os donos da casa estavam dispostos a vencer o confronto, e conseguiram abrir o placar aos 23 minutos do primeiro tempo com gol do atacante Ricardo Xavier, após receber livre de marcação cruzamento pelo lado direito. Com o gol tomado, a patativa partiu para cima com ainda mais vontade, e conseguiu empatar também na etapa inicial, em golaço de falta de Altemar, aos 37 minutos.

Para etapa complementar, Celso quis dar mais velocidade a equipe e colocou Dudu aos 6 minutos no lugar do volante Anderson Paulista. Aos 12, a patativa ficou em vantagem numérica. O lateral Elivelton fez falta grave e recebeu o segundo cartão amarelo.

Quando o jogo começava ficar dramático, surge o iluminado Candinho para marcar o seu primeiro gol com a camisa alvinegra nesta Série D. Aos 24 minutos, a bola sobra na frente da grande área, e Dudu cabeceia procurando Candinho, por trás da marcação. O atleta solta o pé e manda uma bomba, sem chances de defesa para o goleiro Leandro, 2 a 1 Central.

A patativa ainda teve o meia Luquinhas expulso com vermelho direto aos 28 minutos, após cotovelada no adversário, e mais os jogadores Felipe e Jean, da equipe do Goianésia. Na próxima rodada, uma simples vitória carimba a classificação da patativa para as oitavas de finais da Série D.

Goianésia-GO (3-5-2): Leandro; Luciano, Felipe e Roni; Pelezinho, Gilberto, Jackson (Jean), Elivelto e Thomas; Ricardo Xavier (Victor) e Nick (Gabriel). Técnico: Marcelo Froeder.

Central (4-4-2): Santos; Alex Murici, Cris, Éverton e Altemar; Robson Simplício (Sinval), Izaias, Anderson Paulista (Dudu) e Luquinhas (Expulso); Reinaldo Alagoano (Anderson Lima) e Candinho. Técnico: Celso Teixeira.

Árbitro: Mayron F dos Reis Novais (MA)
Assistentes: Adailton Fernando Menezes e Ygor Monteiro de Miranda (Ambos GO)
Local: Estádio Valdeir José de Oliveira, Goianesia-GO.
Série D 2015 - 9ª Rodada da Fase de Grupos (05/09/15)

Cartões amarelos: Ricardo Xavier, Thomas, Elivelto, Felipe, Luciano e Roni (Goianésia); Éverton, Candinho, Anderson Paulista, Viola e Sinval (Central).
Cartão vermelho: Felipe, Elivelto e Jean (Goianésia); Luquinhas (Central).
Gols: Ricardo Xavier aos 23' do 1T para o Goianésia. Altemar aos 37' do 1T e Candinho aos 24' do 2T para o Central.

Público: 1289 espectadores.
Renda: R$ 25.220,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Central 0x1 Treze-PB. Em tarde para esquecer, patativa esbarra em paredão Léo Rodrigues e é derrotada dentro de casa.

Assim como ocorreu no primeiro duelo entre Treze e Central, em Campina Grande-PB, mais uma vez a patativa jogou melhor e não conseguiu transformar a superioridade técnica em gols. Carrasco do glorioso, o goleiro do galo, Léo Rodrigues, foi o grande responsável pela vitória Trezeana no Luiz Lacerda por 1 a 0. O atacante de ''peso'', Nonato, marcou o único gol da partida aos 45 minutos do primeiro tempo.

Apesar do peso, experiente Nonato
marcou e garantiu os três pontos para
os visitantes. Foto: Guilherme Milleron
Blog Movimento Coração Alvinegro.
O JOGO - Como esperado, o ex-técnico da patativa e atualmente treinador do galo, Humberto Santos, veio a Caruaru para definir seu futuro no Campeonato e jogar por uma bola. Com sua tradicional retranca, conseguiu fechar os espaços do time Centralino, e abrir o placar através de uma bola parada aos 45 minutos, com Nonato, de cabeça.

A patativa havia chegado com perigo somente aos 25, com Edinho Canutama fazendo boa jogada pela ponta esquerda, passando de dois marcadores, e chutando forte para belíssima defesa de Léo Rodrigues. Porém, o árbitro anulou o lance instantes depois por ter duas boas dentro de campo.

Após o gol sofrido, surgiu a segunda e última chance real de gol da patativa na primeira etapa. Murici cobra escanteio, Edinho Canutama desvia no primeiro pau e a bola cai para Reinaldo Alagoano. O atleta tenta de voleio e acaba se atrapalhando, mandando pra fora, sem direção.

SEGUNDO TEMPO - Logo de início o técnico Celso Teixeira fez uma modificação que ninguém conseguiu entender. Tirou o meia Luqinhas e botou Vaninho, seis por meia dúzia, porém colocando um jogador que até então não mostrou a que veio. Quatro minutos depois, saiu Edinho Canutama, alegando lesão muscular, e entrou Dudu em seu lugar.

O tempo foi passando e os jogadores alvinegros perdendo a paciência, sem conseguir furar o bloqueio do adversário, e partindo de qualquer forma para o ataque. Até os 20 minutos, nenhuma boa oportunidade de gol. Porém, aos 22 o Treze tem o volante Fernando Guilherme expulso, punido com o segundo amarelo, após falta em Vaninho.

A partida continuou ataque contra defesa. O galo se segurava como podia, e nos contra-ataques tentavam encaixar alguma boa jogada para liquidar o confronto. A superioridade numérica alvinegra não fez mais efeito por que os atletas insistiram bastante em jogadas áreas. Com uma defesa extremamente alta, os jogadores do galo ganharam quase todas que disputaram por cima.

Sem conseguir penetrar na área adversária, e com todas as bolas alçadas na área sendo cortadas, Vaninho tentou de fora da área aos 30 minutos e levou muito perigo. Léo Rodrigues fez boa defesa e mandou para escanteio. O galo armou contra-ataque e respondeu aos 33, mas Santos estava bem posicionado e defendeu o chute forte do atacante Preto.

Ex-Central, lateral/meia Jaílton fez
uma boa apresentação. Foto: Guilherme
Milleron / Blog Movimento Coração
Alvinegro.
Seguindo em cima, aos 39 Anderson Paulista faz grande jogada e tabela com Dudu. No passe final, o volante alvinegro devolve para Dudu, mas o atacante embaixo da barra finaliza mal e manda pela rede do lado de fora. Aos 45, novamente Dudu. O atleta sai em diagonal cara a cara com o arqueiro do galo, mas chute de paleta e devolve de graça para as mãos do camisa 1 Trezeano.

Como não podia faltar, o lance para consagrar o goleiro do Treze. Aos 49 minutos, bate rebate dentro da área dos visitantes, e na sobra a bola cai nos pés do volante centralino Izaías. O atleta gira o corpo e bate forte, mas Léo Rodrigues faz um milagre e defende mais uma vez enfurecendo a torcida patativa presente no Lacerdão. Com a derrota, o Treze encosta no Central e pode ultrapassá-lo na próxima rodada, quando enfrenta o Goianésia dentro dos seus domínios, enquanto a patativa folga.

Central (4-4-2):  Santos;  Alex Murici, Cris, Everton e Jean Batista; Sinval (Dunga), Anderson Paulista, Isaías e Luquinhas (Vaninho); Reinaldo Alagoano e Edinho Canutama (Dudu). Técnico: Celso Teixeira.

Treze-PB (4-4-2)Léo Rodrigues; Toninho, Alisson, Moisés e Jailton; Guilherme, Caio César, Fernando e André Beleza (Preto); Nonato (Fernando Júnior) e Carlos Caporã (Téssio). Técnico: Humberto Santos.

Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim.
Assistentes: Marlon Rafael e Cleberson Nascimento (Ambos PE)
Local: Estádio Lacerdão, Caruaru-PE.
Série D 2015 - 7ª Rodada da Fase de Grupos (23/08/15)

Cartões amarelos: Cris, Reinaldo Alagoano e Sinval (Central); Fernando Guilherme, Léo Rodrigues, Moisés e Carlos Caporã (Treze).
Cartão vermelho: Fernando Guilherme (Treze)
Gols: Nonato aos 45' do 1T para o Treze.

Público: 1.479 espectadores.
Renda: R$ 31.100,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Estanciano-SE 1x0 Central. Em jogo sonolento, patativa é derrotada e perde invencibilidade no Brasileirão.


Iniciando os jogos de volta do grupo A4 da Série D 2015, no duelo de líder e vice-líder, Central e Estanciano, a patativa levou a pior e perdeu fora de casa para o time sergipano por 1 a 0. Em um jogo tecnicamente muito fraco, os donos da casa contaram com a sorte e chegaram ao gol da vitória ainda na primeira etapa, com tento marcado através do meia Rafael, aos 37 minutos.

Patativa perde invencibilidade no
Campeonato Brasileiro da Série D 2015.
Foto: Infonet.
O treinador Celso Teixeira tentou mexer na equipe e dar uma sacudida, mas a partida seguiu sem fortes emoções e caminhou até o fim com o placar magro construído pelos mandantes. A ausência do lateral direito Alex Murici, e a falta de criação do meio-campo alvinegro, sacrificaram o setor ofensivo e contribuíram para a derrota patativa.

Nas únicas oportunidades de gol, uma cabeçada de Izaías na primeira etapa, para boa defesa de Adson, e um chute rasteiro de Reinaldo Alagoano ao apagar das luzes, que passou próximo a trave do arqueiro canarinho.

A ''gordura'' construída pela patativa diminuiu, e apesar de continuar liderando seu grupo com dez pontos, a distância para o próprio Estanciano, segundo colocado do grupo, agora é de apenas um ponto. Na próxima rodada o Central enfrenta o Treze-PB do técnico Humberto Santos, no Estádio Luiz Lacerda, em jogo que pode praticamente eliminar a equipe paraibana do Campeonato Brasileiro. Já o Estanciano-SE, enfrenta o Goianésia-GO em Goiânia.

Estanciano-SE (4-4-2): Adson; Daniel (Lucas), Renan, Vitor, Cristiano (Lima); Rony, Marcos Mendes, Rafael, Clóves; Josy e Warley (Vagner). Técnico: Iedo Morgado.

Central (3-5-2): Santos; Cris, Éverton e Sinval; Fabinho, Anderson Paulista, Izaías, Luquinhas (Viola) e Altemar (Dudu); Reinaldo Alagoano e Candinho (Tinga). Técnico: Celso Teixeira.

Árbitro: Zandick Gondim Alves Junior (RN)
Assistentes: Ailton Farias da Silva e Daniel Vidal Pimentel (Ambos SE)
Local: Estádio Lourival Baptista, Aracaju-SE.
Série D 2015 - 6ª Rodada da Fase de Grupos (15/08/15)

Cartões amarelos: Cristiano e Renan (Estanciano); Santos, Cris, Izaías e Éverton (Central);
Cartão vermelho: Não houveram expulsões.
Gols: Rafael para o Estanciano aos 37' do 1T.

Público:  255 espectadores.
Renda: R$ 3.825,00

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Treze-PB 0x0 Central. Patativa joga melhor, mas volta com empate de Campina Grande-PB.


Jogando no Domingo dos pais, em Campina Grande-PB, Central e Treze fizeram o duelo entre líder e vice-líder do grupo A4 da Série D 2015. As equipes não conseguiram sair do zero, mas isso devido a sorte dos donos da casa, que contou com seu goleiro em uma tarde iluminada e que defendeu tudo que os jogadores da patativa tentaram.

A equipe Centralina que entrou em campo foi basicamente a mesma que terminou o confronto diante do Estanciano-SE, na rodada passada. Celso promoveu as entradas de Anderson Paulista e Luquinhas, nos lugares de Lima e Vaninho, respectivamente, além do atleta Candinho no lugar de Edinho Canutama, que devido a contusão não viajou para a cidade paraibana.

Meia Luquinha foi o melhor jogador
da patativa em campo. Foto: Jefinho
Cariri - Treze de Coração.
Com uma equipe mais solta no meio-campo, e a criação de jogadas funcionando, o Central de Caruaru fez a sua melhor exibição até então no Campeonato Brasileiro. A boa segurança passada pelos volantes Anderson Paulista e Izaías, e o sistema com três zagueiros, deram liberdade para o meio-campista Luquinhas jogar, e o apoio já conhecido dos laterais, Alex Murici e Altemar.

Destaques na primeira etapa para um pênalti não marcado a favor da patativa, quando Sinval foi derrubado dentro da área e o árbitro deu a sequência a jogada. No mesmo lance, Sinval caído no chão ajeitou a bola para Reinaldo e o atacante chutou em cima do goleirão Leonardo. Pelo lado dos donos da casa, Thalisson e Nonato tentaram aos 39 minutos, mas o goleirão alvinegro Santos garantiu o empate com duas boas defesas.

Na etapa complementar o Treze voltou assustando, mas a resposta da patativa no lance seguinte chegou mais perto de balançar as redes. Luquinhas recebeu passe de Alex Murici dentro da área e livre de marcação, mas não foi feliz e chutou de primeira em cima do arqueiro Leonardo. Diferente dos Campeonatos anteriores, a equipe alvinegra cresce na segunda etapa, principalmente devido ao bom condicionamento físico dos atletas. Os jogadores Centralinos perceberam o cansaço dos paraibanos e partiram com mais velocidade em busca do gol da vitória.

Sistema defensivo da patativa esteve
muito bem durante a partida.
Foto: Jefinho Cariri / Treze de Coração.
Altemar tentou de falta, Leonardo fez boa defesa. Reinaldo Alagoano tentou chute cara a cara com Leonardo, após receber um passe açucarado de Luquinhas, mas mandou pra fora. Em levantamento na área, Cris tentou de cabeça e mais uma vez o arqueiro do galo levou a melhor. Antes do apito final Alex Murici ainda mandou uma bomba após avançar com velocidade pelo lado direito, mas a bola insistiu em não entrar, e Leonardo fez outra belíssima defesa.

O Central de Caruaru permanece na liderança do grupo A4, agora com 10 pontos, e enfrenta o Estanciano-SE no próximo Sábado, 15, em Sergipe. Uma vitória praticamente classifica o alvinegro à próxima fase da competição.

Jogadores Centralinos reunidos antes do apito incial. Foto: Jefinho Cariri - Treze de Coração.


Treze-PB (4-4-2): Leonardo, Bindé (Erivan), Alisson, Moises, Thalison (Léo Carioca), Guilherme, Fernando Júnior, André Beleza, Téssio, Nonato e Preto (Carlos Caaporã). Técnico: Luis Carlos.

Central (3-5-2): Santos; Cris, Everton e Sinval; Alex Murici, Anderson Paulista, Izaias, Luquinhas (Tinga) e Altemar; Reinaldo Alagoano e Candinho (Dudu). Técnico: Celso Teixeira.

Árbitro: Suelson Diorgenes de França - RN
Assistentes: José Maria Lucena e Oberto da Silva Santos (Ambos da PB)
Local: Estádio Amigão, Campina Grande-PB.
Série D 2015 - 5ª Rodada da Fase de Grupos (09/08/15)

Cartões amarelos: Alisson e Thalison (Treze); Candinho (Central)
Cartão vermelho: Não houve.
Gols: Não houve marcadores.

Público:  1.439 espectadores.
Renda: R$ 28.660,00.

Por João Neto / Blog Movimento Coração Alvinegro.

Outras postagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...